quarta-feira, 18 de abril de 2012

saudades doí e muito

























Eu olho para o céu,
E vejo nuvens brancas como espumas.
Eu sinto o vento,
O sol forte me aquece.
Eu olho para um azul sem fim,
então eu lhe procuro...
Mas estou sozinha,
Grito ao vento, ao sol, ao céu
Quero você!

O universo se transforma
E eu sinto a chuva fina tocar meu rosto,
Sinto como chorasse,
Um sol forte com chuva fina
Me fazendo chorar.
O vento quer me derrubar,
Mas você me disse que o vento
Era um bom sinal.
Então venha para perto de mim,
O céu é grande demais para uma só pessoa.
Divida comigo este universo,
Sinto que podemos voar juntos.
Mas você não me responde,
Tem medo da tempestade.
Então mais uma vez,
Eu olho para o céu
E choro sozinha,
Com as gotas de uma chuva fina,
Namorando um sol forte.



Meu amor
corre contra o tempo
na esperança
de que um dia
ao seu lado
possa estar.

Só vou te encontrar
no dia em que
meu coração parar,
mas isso
não quer dizer
que não vou mais
te amar.

Quanto tempo se
 
passou ...
e saudades
você me
deixou .

Não sei quando
vou te ver,
pois cada um tem seu tempo
de não mais sobreviver.

Mas feliz eu fico,
por saber
que bom tempo
de minha vida
estive com um homem
do qual tive orgulho de conhecer.